Emater de A a Z

Serviços

Certificação da Qualidade - Erva-mate

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra

A Certificação da Qualidade da Erva-mate é pioneira no País e foi desenvolvida com objetivo de qualificar o processo de elaboração da erva-mate, normatizado no Manual de Requisitos para a Certificação da Qualidade. São auditados aproximadamente 150 itens que buscam garantir a adoção de Boas Práticas Agrícolas e de Fabricação, além de atender a outras normas e legislações para a obtenção de um produto com qualidade diferenciada. O Manual define os pré-requisitos e procedimentos operacionais necessários para obtenção da Certificação da Qualidade da Erva-Mate e do Selo de Qualidade Emater/RS, visando qualificar um produto que é símbolo do estado do Rio Grande do Sul.

A certificação prevê auditorias em diversas etapas do processo de fabricação da Erva-mate, iniciando pela colheita, avaliando o transporte da matéria-prima e o processo de beneficiamento, até chegar ao empacotamento do produto final. Também são coletadas amostras do produto e encaminhadas para realização de análises físico-químicas. As análises têm como objetivo monitorar a presença de resíduos de produtos químicos (agrotóxicos), agentes físicos (impurezas e matérias estranhas) e agentes biológicos (salmonelas, coliformes, bolores e leveduras), além de detectar a presença ou não de açúcar, garantindo assim excelentes condições higiênico-sanitárias e os mais altos padrões de qualidade do produto.

As empresas que cumprem com os requisitos estabelecidos recebem um certificado de qualidade e o direito de estampar na embalagem de suas marcas o “Selo de Qualidade” identificando que aquele produto tem qualidade diferenciada e a descrição “QUALIDADE-EMATER/RS-CERTIFICADA”. Esta é a garantia de que a erva-mate foi elaborada respeitando o Manual de Requisitos técnicos e as normas sanitárias vigentes. O consumidor pode identificar as marcas das empresas certificadas através do selo de qualidade estampado nas embalagens dos produtos.

Com isso, todos os segmentos da sociedade são beneficiados: ganham os consumidores, com a garantia de um produto de qualidade superior, cujo processo produtivo na elaboração da matéria prima é controlado por empresas idôneas e isentas. Também são beneficiadas as indústrias que podem aprimorar seus processos operacionais reduzindo custos e diferenciando seu produto no mercado.