Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site, consideramos que você está de acordo com nossa Política de cookies

Emater de A a Z

Sobre a EMATER

Detalhe Noticía

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
26/03/2015

Expoagro 2015 - Peças produzidas por artesãos do meio rural encantam o público no Espaço Casa da Emater

Centenas de peças de artesanato, produzidas a partir de matérias-primas comumente encontradas nas propriedades rurais do Rio Grande do Sul, encantam o público que passa pela parcela do Artesanato e Turismo Rural, no Espaço Casa da Emater na 15ª edição da Expoagro Afubra, a maior feira direcionada ao agricultor familiar, que acontece desde a última terça-feira (24/03) e segue até a tarde de hoje, na localidade de Rincão Del Rey, em Rio Pardo.

De acordo com a coordenadora do espaço, a extensionista da Emater/RS-Ascar Marines Rosali Bock, são peças de porongo, lã, crochê, madeira, palha de milho, folha de bananeira, fabricação de vassouras, além do reaproveitamento de materiais como garrafas pet, sendo expostas e comercializadas por artesãos de nove municípios e beneficiando em torno de cinquenta famílias. "Além de ser uma grande alternativa de geração de renda para as famílias, o artesanato ainda é uma opção de lazer e motivo para confraternizações em grupo, pouco comuns no meio rural", comenta Marines.

"Para algumas famílias o artesanato é um hobbie, mas para outras o impacto financeiro da sua comercialização chega a representar de 10% a 40% da renda da propriedade. Assim como é uma forma de recuperar práticas que os familiares desses agricultores utilizavam em outros tempos e passar essa cultura adiante, ajudando a manter conhecimentos típicos de cada região", ressalta a extensionista.

Roda de conversas

Na tarde da quarta-feira (25/03) foi realizada no espaço uma roda de conversa que reuniu extensionistas, artesãos que estão expondo no Espaço Casa da Emater e integrantes do projeto "Garimpo das Artes Artesanais RS: Saberes e Fazeres", resultado de uma parceria entra a Emater/RS-Ascar e o projeto para divulgar seus objetivos entre os artesãos assistidos da Emater durante as feiras. Foram ouvidos os relatos dos artesãos, a respeito das dificuldades que enfrentam para levar adiante as atividades, seus anseios e o que o artesanato representa para suas vidas. Letícia de Cássia e Marly Ruesta, do Garimpo das Artes, falaram aos presentes que a intenção do projeto é criar uma base para o desenvolvimento de arranjos produtivos locais de artesanato, por meio do resgate de saberes e fazeres da cultura popular do RS.

O projeto trabalha com o conhecimento e prática ancestrais repassados entre gerações, as quais aprendem um ofício e o transmitem para as gerações seguintes. É um esforço de pesquisa e mapeamento com ações de formação em identidade cultural, cidadania e empreendedorismo cultural sustentável. Os pesquisadores estão percorrendo o Estado para a realização de entrevistas, mapeamento e formação de grupos e redes de cultura, associações, entidades de classe artesã e de economia solidária das regiões dos Coredes. Os dados deverão ser divulgados por meio de uma plataforma de livre acesso aos conteúdos, na internet, que será abastecida durante o processo, assim como em uma publicação disponibilizada no mesmo ambiente virtual e em oficinas e palestras com a apresentação dos dados documentados.

"Para nós é muito gratificante quando uma pessoa vem e manifesta admiração pelo nosso trabalho, dá uma satisfação muito grande, porque tudo é feito com amor, nós tiramos da terra o que vai ser trabalhado e transformado em belas peças de artesanato. Nós precisamos de divulgação do que é o trabalho para o qual nos dedicamos, tudo o que ele representa", declarou a artesã Rosangela Ferreira durante a roda de conversas.

Turismo Rural

O Turismo Rural também está presente na parcela, com a divulgação da Rota "Caminhos das Cascatas", um projeto de caminhadas de longo curso que proporciona contato com a natureza e a cultura local em trajetos entre os municípios de Boqueirão do Leão, Progresso e Sério, no Vale do Taquari, Região Central do Estado do RS. Nos percursos podem ser encontradas lindas cascatas, gastronomia colonial, ambiente acolhedor e paisagens encantadoras.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar
Relações Públicas Mateus de Oliveira
(51) 9918-6934
imprensa@emater.tche.br