Emater de A a Z

Sobre a EMATER

Detalhe Noticía

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
23/12/2011

Lavouras de milho apresentam 23% de perdas na região de Santa Rosa

Celso Weimer é um dos poucos produtores rurais da Região de Santa Rosa que está com a safra de milho garantida, devido ao sistema de irrigação implantado na lavoura. “Desde que construí o açude de meio hectare de lâmina de água, não dependo mais de chuva para garantir a produtividade de 190 sacos por hectare. Há três anos não sei mais o que é ter perdas na lavoura”, comemorou. Enquanto isso, a grande maioria das lavouras acumulam perdas que, em alguns casos, já chegam a 60% diante da estiagem que assola o Estado.

De acordo com os dados do Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar nesta quinta-feira (22/12), 73% do milho (158.510 hectares) já está plantado nos 45 municípios de abrangência do escritório regional da Emater em Santa Rosa. E a média das perdas, devido à seca, é de 23%. “A expectativa inicial da produtividade era colher 4.351 Kg por hectare. Agora essa expectativa baixou para 3.482 Kg”, afirmou o engenheiro agrônomo e assistente técnico regional (ATR), Aldo Schmidt. A colheita, prevista para iniciar em janeiro, já está sendo realizada em alguns municípios, como Maurício Cardoso, que já tem colhido 3% da área cultivada.

O Informativo afirma ainda que a situação faz com que se intensifiquem os pedidos de vistoria para perícia do Proagro. Segundo o engenheiro agrônomo e assistente técnico regional (ATR) do Crédito Rural, Gilbereto Jaenisch, só na região Fronteira Noroeste e Missões, em uma semana, a Emater/RS-Ascar registrou 683 solicitações de perícias. “Sendo Campina das Missões (91) e São Paulo das Missões (84) os municípios com o maior número de pedidos. Em toda região, 50% das vistorias já foram realizadas”, afirmou Jaenisch.


Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar Regional Santa Rosa
Jornalista Taline Schneider
taline@emater.tche.br
(55) 3512-6665
(55) 9979-8195