Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site, consideramos que você está de acordo com nossa Política de cookies

Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
22/07/2021

Melhores peças artesanais em lã ovina da Região Metropolitana são escolhidas em Concurso

Tecelagem, tricô, crochê, feltragem, acolchoado e outras técnicas foram apresentadas em 12 peças que concorreram, na tarde desta quinta-feira (22/07), no Concurso Virtual de Artesanato em Lã Ovina, que é promovido pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). As peças foram demonstradas por nove artesãs dos municípios de Mostardas, Osório e Tapes.

Na abertura do evento virtual, a coordendora estadual do concurso e extensionista da Emater/RS-Ascar, Ivanir Argenta, explicou que o objetivo é estimular a continuidade da produção artesanal, divulgar a confecção de novas peças, bem como reunir e integrar as várias artesãs, mesmo que virtualmente em razão da pandemia. "Este foi o formato para que conseguíssemos dar continuidade ao concurso e o mais importante é mobilizar os artesãos para a participação e divulgarem seu trabalho. Não importa a quantidade de peças, mas a qualidade e o esforço de cada um em participar", destacou.

Já o gerente da Emater/RS-Ascar em Porto Alegre, Ademir Santin, ressaltou o trabalho da Instituição em todas as etapas na propriedade para que se tenha a lã ovina para o artesanato e, assim, contribuir para a melhorar a qualidade de vida de todos.

As peças foram apresentadas pelas artesãs por meio de fotos, vídeos e a descrição com detalhes de como foi feita a tecelagem, as cores, tamanho e acabamentos. A apresentação das peças foi feita pela coordenadora da etapa regional do concurso, Magda Viviane dos Santos Pereira.

As artesãs e suas peças artesanais foram muito elogiadas pelas avaliadoras, que nesta edição foram Ivanir Argenta, a artesã e especialista em artesanato de lã ovina, Jurema Barbosa, e a extensionista da Emater/RS-Ascar da Regional Pelotas, Regina Gonçalves Medeiros.

Ao final, as juradas escolheram para a etapa estadual o cobertor manual inscrito na categoria tecelagem totalmente manual, o cobertor feito por Noemi dos Santos Lemos, de Mostardas. A mesma artesã também teve classificada a manta em tricô manual.

Na categoria tricô lã top o eleito é o pelerine amarelo confeccionado por Jandira Moraes da Silva D’Ávila, de Osório. Já na categoria crochê com fiação manual, a artesã Adriana Lopes de Souza Rosa, de Osório, classificou a peça sapatilha adulto. Na categoria feltragem fiação totalmente manual, a bota adulto de Marilei dos Santos Costa, de Osório, foi a eleita. Na modalidade técnica mista, foi escolhido o sapatinho de bebê inscrito por Sirlei Luiza da Silva, de Osório. Como destaque inovação foi escolhida a peça porta celular de Adriana Lopes de Souza Rosa, de Osório.

Para Magda Pereira esta é uma oportunidade de resgate e valorização social e cultural da atividade artesanal com a lã ovina, visto ser a matéria prima tão enraizada na vivência do gaúcho. "Seu uso em peças artesanais reflete a memória e identidade cultural do modo de vida, da lida campeira e rural do Rio Grande do Sul", reflete.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional de Porto Alegre
Jornalista Carine Massierer
cmassierer@emater.tche.br
(51) 99997-8803
www.emater.tche.br
www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRS
www.youtube.com/EmaterRS
Instagram: @EmaterRS
tv.emater.tche.br