Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
23/02/2021

Projeto da Emater/RS-Ascar e Seapdr estuda sementes crioulas e beneficia agricultores familiares

Com o objetivo de multiplicar variedades crioulas de milho e distribuir as sementes para agricultores familiares do Rio Grande do Sul, a Emater/RS-Ascar e o Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária (DDPA) da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) implantaram uma lavoura experimental no Centro de Pesquisa em Florestas, no município de Santa Maria. O resultado do projeto deverá ser entregue a agricultores familiares no mês de março.

As primeiras sementes que deram início ao projeto foram cedidas por agricultores e pela extensionista rural da Emater/RS-Ascar do município de Dilermando de Aguiar, Luana Fernandes Tironi. As sementes das variedades crioulas Palha-Roxa e Dente-de-Cão foram entregues para a pesquisadora do DDPA Gerusa Pauli Kist Steffen, que coordenou um ensaio de pesquisa para avaliar o efeito de insumos biológicos no incremento da produtividade e qualidade da cultura do milho. "Foi observado incremento na produtividade e qualidade do milho e do feijão consorciado pela inoculação do fungo Trichoderma, comprovando benefício do seu uso na agricultura familiar", relata Gerusa.

Segundo a pesquisadora as plantas foram manejadas em sistema orgânico, sem o uso de agrotóxicos, e com adubação orgânica e mineral. Além das variedades de milho, também foram implantados cultivos consorciados com feijão preto e mandioca.

Os primeiros resultados foram celebrados pela equipe de pesquisa com a colheita da variedade do milho Dente-de-Cão, que registrou uma produtividade de 3.936,4 kg por hectare, ou 65,6 sacos por hectare desta variedade, totalizando 37 quilos de sementes. A equipe estima que as sementes possam ser distribuídas para mais de 100 agricultores familiares gaúchos por meio dos Escritórios Municipais da Emater/RS-Ascar. "As plantas se desenvolveram muito bem e geraram sementes de excelente qualidade, que serão entregues ao Escritório Regional da Emater do município de Santa Maria, no mês de março, juntamente com as sementes da variedade de milho Palha-Roxa", avalia a extensionista rural Luana Fernandes Tironi.

A variedade Palha-Roxa citada pela extensionista está em fase final de maturação no campo e deve ser colhida ainda no mês de fevereiro.

A pesquisa e multiplicação de variedades crioulas terá continuidade neste e nos próximos anos. "Nosso objetivo é gerar informações técnicas que contribuam para melhorar a qualidade e a produtividade desta cultura tão importante para a agricultura familiar do Rio Grande do Sul", conta Luana.

O estudo realizado no centro de pesquisa de Santa Maria avaliou os benefícios da inoculação de um fungo conhecido como Trichoderma sobre a cultura do milho. "Este fungo já é utilizado na agricultura em grandes culturas, porém há poucas informações sobre sua aplicação em variedades crioulas. E os resultados deste ensaio demonstraram efeito de incremento de produtividade e da qualidade das espigas de milho que foram inoculadas com o fungo Trichoderma", destacam as pesquisadoras da Seapdr Gerusa Steffen e Joseila Maldaner.

"As projeções apontam para um grande aumento da população mundial até 2050, o que implica na necessidade de aumentar também a produção de alimentos, e para isso é necessário somar avanços tecnológicos com variabilidade genética e com biodiversidade", conclui Luana.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional de Soledade
Jornalista Carina Venzo Cavalheiro
cvenzo@emater.tche.br
(54) 3381-3804 / (54) 9 9623-3388
www.emater.tche.br
www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRS
www.youtube.com/EmaterRS
Instagram: @EmaterRS
tv.emater.tche.br