Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site, consideramos que você está de acordo com nossa Política de cookies

Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
22/02/2021

Emater/RS-Ascar distribui mudas de forrageiras em Cerro Largo

Mais de 30 produtores de Cerro Largo, nas Missões, receberam nesta semana mudas do BRS Kurumi e do BRS Capiaçú, em uma ação promovida pela Emater/RS-Ascar, em parceria com a Secretaria Municipal da Agricultura e Expansão Econômica. As forrageiras estão sendo distribuídas no Escritório Municipal da Instituição desde a quarta-feira (17/02), atendendo a demandas de produtores locais por mais alternativas para oferta de forrageiras aos animais.

Os beneficiados com as mudas são principalmente criadores de gado de leite e de corte, além de alguns produtores que sinalizaram interesse nas forrageiras para alimentação de peixes e ovelhas. As mudas foram cedidas pelo produtor e técnico Canísio Berwaldt, de São Paulo das Missões.

Características do BRS Kurumi e BRS Capiaçú

Desenvolvidos pela Embrapa, o BRS Kurumi e o BRS Capiaçú passaram a fazer parte de um maior número de propriedades da região de Santa Rosa nos últimos dois anos, quando mudas passaram a ser distribuídas pela Emater/RS-Ascar, instituição vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). As características destas forrageiras proporcionaram a adaptação às necessidades de alguns produtores de leite da região, já que têm demonstrado resistência mesmo no período de escassez de chuvas.

A cultivar BRS Capiaçu foi obtida a partir do Programa de Melhoramento do Capim-Elefante, conduzido pela Embrapa Gado de Leite, resultando em um híbrido com um excelente potencial produtivo, de bom valor nutricional e de baixo custo em relação às cultivares tradicionais. As mudas atingem em média 4,2 metros de altura, com 110 dias, e possuem touceiras de formato ereto, resistentes ao tombamento e com boa tolerância ao stresse hídrico. O potencial médio de produção da BRS Capiaçú é de 100 toneladas de matéria verde por hectare a cada corte, sendo possível realizar de dois a cinco cortes por ano, a depender das características de cada propriedade.

Um dos pontos fortes da BRS Kurumi é seu valor nutritivo, aliado à alta produção de forragem. Possui excelente estrutura de pasto e características que favorecem o consumo de forragem pelos animais em pastejo, além de facilitar o manejo do pasto, sem necessidade de roçadas frequentes.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional Santa Rosa
Deise A. Froelich
dfroelich@emater.tche.br
(55) 3512-6665 / (55) 9 9979-8195
www.emater.tche.br
www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRS
www.youtube.com/EmaterRS
Instagram: @EmaterRS