Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
08/04/2020

Sistema de entregas do PAA em Pouso Novo é alterado para evitar contágio por coronavírus

Pioneiro na operacionalização do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal no Vale do Taquari, o município de Pouso Novo precisou fazer uma série de ajustes para conseguir dar conta da execução da política pública em época de coronavírus. Isto por que, no município, são 70 famílias em vulnerabilidade social e integrantes do Bolsa Família que se beneficiam dos kits de alimentos, entregues todos os meses, com o objetivo de promover o acesso a alimentos em quantidade, qualidade e regularidade.

A segunda das oito entregas previstas no ano foi realizada na tarde de terça-feira (07/04) e exigiu uma nova logística, diferente daquela que prevê um encontro coletivo, geralmente no Salão Paroquial ou em algum outro espaço. Nesse sentido, a estratégia adotada, de acordo com o extensionista da Emater/RS-Ascar, Charles Fantin Machado, foi realizar as entregas em lugares distintos, com vistas a evitar aglomerações e respeitando as orientações dadas por órgãos oficiais, como o Ministério da Saúde, em ações do tipo.

Com o apoio do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e da Secretaria Municipal da Saúde, a equipe da Emater/RS-Ascar percorreu o município para entregar itens, como aipim, batata doce, moranga, alface, melancia e caqui, além de pães, cucas, massas e doces, devidamente higienizados e limpos. Para Machado, a entrega tem um simbolismo ainda mais forte em um período em que todos estão mais vulneráveis. “Nesse sentido, a política pública segue beneficiando não apenas os produtores, que têm a venda garantida, mas também as famílias mais humildes, que têm a manutenção da entrega dos alimentos”, salienta.

Para a secretária Municipal de Assistência Social, Kelin Brock, o PAA é muito mais do que uma complementação de cesta básica. “É uma forma de dar carinho a estas famílias, demonstrar empatia, cuidado”, avalia. “Para elas, poder continuar integrando o Programa foi certamente um presente de Páscoa”, pontua Machado.

Em 2020 estão previstas oito entregas de kits que, juntas, representarão um investimento de R$ 80 mil reais na modalidade Doação Direta. Atualmente estão cadastrados 33 produtores fornecedores, que entregam alimentos de forma sazonal. Até o fim da quarentena, as entregas seguirão sendo feitas nesse sistema.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional de Lajeado
Jornalista Tiago Bald
tbald@emater.tche.br
(51) 99194-8872
www.emater.tche.br
www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRS
www.youtube.com/EmaterRS
Instagram: @EmaterRS
tv.emater.tche.br