Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
29/11/2019

Instalação do Comitê Regional de Turismo de Erva-Mate é debatida em reunião em Erechim

Conveniada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a Emater/RS-Ascar promoveu uma reunião do Polo Ervateiro do Alto Uruguai visando à instalação do Comitê Regional de Turismo de Erva-Mate. Inicialmente o roteiro deve incluir os municípios de Áurea, Barão de Cotegipe e Erechim. O encontro aconteceu em Erechim, na quarta-feira (27/11), na sede do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar, e contou com a participação de industrias ervateiros, extensionistas, representantes da Universidade Regional Integrada (URI) – Campus de Erechim, e do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Erechim, Guilherme Barp, entre outras entidades. A reunião foi aberta pelo gerente regional Gilberto Tonello e pelo adjunto Marcos Gobbo.

Os cinco polos ervateiros do Rio Grande do Sul (Planalto/Missões, Alto Uruguai, Nordeste, Alto Taquari e Vale do Taquari) incluirão ações de turismo em seu plano de trabalho com a futura oficialização da Rota da Erva-Mate. Esse roteiro, inspirado na erva-mate, fará a ligação entre os cinco polos ervateiros do Estado, sendo que três rotas já estão em funcionamento com temáticas diferentes para apresentação do produto. Os comitês temáticos vão trabalhar com ações voltadas para a Tecnologia e Extensão, Turismo com Erva-Mate, Pesquisa e Ensino, Juventude e Sucessão e Desenvolvimento e Inovação.

A criação da Rota faz parte do Programa Gaúcho para a Qualidade e Valorização da Erva-Mate, que visa ao fortalecimento da cadeia produtiva de erva-mate nos municípios em que o produto tem relevância econômica e tem coordenação geral da Emater/RS-Ascar. Além da cadeia produtiva, o Programa contempla a valorização dos aspectos cultural, histórico, social, econômico e ambiental. Nesse sentido, o programa que está na terceira fase já realizou vários cursos envolvendo tarefeiros, viveiristas e extensionistas. O objetivo é o respaldo técnico, desde a semente até o empacotamento, observou o engenheiro agrônomo e extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Ilvandro Melo.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional de Erechim
Jornalista Terezinha Mariza Vilk
tvilk@emater.tche.br
(54) 3321-5599 / (54) 99976-8867
www.emater.tche.br
www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRS
www.youtube.com/EmaterRS
Instagram: @EmaterRS
tv.emater.tche.br