Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site, consideramos que você está de acordo com nossa Política de cookies

Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
22/08/2019

Região é mobilizada no Fórum pela Vida nas Missões

Em torno de 900 pessoas, de 21 municípios da região de Santa Rosa, integraram-se, nesta quarta-feira (21/08), no 7º Fórum pela Vida nas Missões. O evento é a culminância do trabalho continuado de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) com plantas bioativas, seja para uso humano ou animal, desenvolvido pela Emater/RS-Ascar na região. Em São Pedro do Butiá, onde foi realizada a 7ª edição, o evento foi promovido pela Emater/RS-Ascar e pela Prefeitura, contando com o apoio da Cresol, Sicredi União, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Câmara Municipal de Vereadores, Coopermil e Paróquia São Pedro Apóstolo.

O prefeito de São Pedro do Butiá, Martinho Berwanger, ao dar as boas-vindas, reiterou a união de esforços entre as diversas entidades para se chegar ao sucesso do evento, reiterando que a expectativa é de que o público pudesse levar boas marcas em relação ao município e ao que foi apresentado ao evento, com informações que reflitam em sua qualidade de vida.

Já o gerente regional adjunto da Emater/RS-Ascar José Vanderlei Waschburger destacou que o conjunto de ações desenvolvidas pelas Aters nos 45 municípios da região, sendo que o escritório de Rolador deve ser inaugurado no próximo mês, tem justamente o propósito de contribuir com a melhoria de nosso bem maior, que é a vida. Ao longo dos últimos anos, o Fórum passou a incorporar variadas temáticas voltadas à educação e promoção da saúde.

Os participantes do Fórum tiveram a oportunidade de levar para casa mudas de plantas medicinais que podem ser aproveitadas de acordo com orientações apresentadas durante as palestras.

Na próxima semana é a vez de São José do Inhacorá sediar o Fórum pela Vida, desta vez, com a participação de mais de 20 municípios da Fronteira Noroeste. Será no dia 28/08, no Ginásio Municipal de Esportes, a partir das 8h45, com o tema "Deixe Viva a sua Vida".O próximo município-sede das Missões também já foi anunciado. Em 2020, o Fórum pela Vida missioneiro será realizado em São Paulo das Missões.


Palestras em prol da Qualidade de Vida

Com o tema "Sua vida muda quando você muda", o Fórum pela Vida nas Missões teve em sua programação palestras sobre comportamento humano e saúde e sobre uso racional da medicação. Na primeira palestra, o professor de Filosofia e pós-graduando em Filosofia e Autoconhecimento (Puc-RS), Rudinei da Rosa, reiterou que a saúde é diretamente influenciada pela forma como nos comportamos e pelas decisões que tomamos. "Não temos como mudar os fatos, mas temos como mudar a interpretação destes", reiterou ao destacar o tema da resiliência e do comportamento humano perante os desafios e momentos de mudança.

Já as professoras do curso de Farmácia da Uri, campus Santo Ângelo, Cristiane Kratz e Andressa Pagno, orientaram sobre o uso racional da medicação, destacando que os medicamentos são apenas um instrumento técnico. Destacou-se que para o uso do medicamento é preciso levar em conta aspectos como quem é o paciente, necessidade de uso, o tipo de medicamento, horário a ser utilizado, fonte, dose, forma, via e armazenamento corretos. Ao meio-dia, os participantes tiveram a oportunidade de apreciar um carreteiro preparado pelos grupos de mulheres, Prefeitura e Emater/RS-Ascar.

Painel Temático

À tarde, foram apresentados os resultados de levantamento sobre uso de plantas medicinais no município, o projeto desenvolvido com pessoas com deficiência por meio do Grupo de Inclusão Social do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e explanação sobre plantas medicinais na valorização do conhecimento popular.

No levantamento realizado pelos agentes de saúde do município, no período de 10 de julho a 10 de agosto deste ano, junto a 156 famílias de São Pedro do Butiá foram apontados 79 tipos de plantas medicinais. As 10 plantas mais citadas são, na ordem, a marcela, a cidreira, a camomila, o guaco, laranja e limão, gengibre, graviola, malva, hortelã e boldo. Grande parte das pessoas afirmou utilizar as plantas no chimarrão.

O Grupo Juntos Somos Mais, formado por pessoas com deficiência assistidas pelo Cras emocionou, com peça teatral que abordou o tema da inclusão social.

Orientações sobre identificação e uso de plantas medicinais, com resgate e valorização do conhecimento popular, inserido em um contexto práticas integrativas de saúde, foram apresentadas na explanação dos assistentes técnicos regionais da Emater/RS-Ascar, Lisete Primaz e Jorge Lunardi.

O público vibrou também com as apresentações culturais do Grupo de Canto Singen bring Freude e da Invernada Artística do CTG Estância de São Pedro. Ao longo do dia, puderam ser conferidas exposição e comercialização de artesanato e produtos coloniais.




Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional Santa Rosa
Jornalista Deise A. Froelich
dfroelich@emater.tche.br
(55) 3512-6665 / (55) 9 9979-8195
www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRS
www.youtube.com/EmaterRS
tv.emater.tche.br