Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
19/07/2019

3º Encontro de Jovens Rurais de Westfália debate perspectivas da sucessão rural

Um público de mais de 150 pessoas esteve reunido nesta sexta-feira (19/07), no salão comunitário da Linha Frank, em Westfália, para a terceira edição do Encontro de Jovens Rurais do município. Além de fortalecer parcerias e celebrar a modernização e os constantes investimentos no campo, o evento se consistiu em um amplo painel com palestras, debates e trocas de experiências, com o objetivo de discutir as perspectivas para a permanência dos jovens rurais no campo e quais os possíveis avanços para um processo de consolidação da sucessão rural.

Com o tema "A importância e os desafios da agricultura familiar", o encontro teve como principal palestrante do dia o secretário nacional de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Governo Federal, Fernando Schwanke, que abordou temas relacionados à diversificação das culturas, a gestão rural e a profissionalização do campo. Em sua fala, ressaltou a importância da agricultura familiar, que responde por 40% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. "Um setor primário sem agricultura familiar, é como uma cidade sem micro ou pequenas empresas", comparou.

Além de comentar sobre as ações e políticas públicas do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), nestes primeiros seis meses de Governo - caso do Selo Arte, que permitirá a comercialização de produtos de agroindústrias familiares para além dos limites geográficos dos municípios - ressaltou a importância de desburocratizar processos, contribuir para o fortalecimento das cadeias produtivas, aumentar exportações com valor agregado, focar na geração de renda e estimular as parcerias as parcerias com a iniciativa privada. "Precisamos de mais Brasil e menos Brasília", resumiu.

O evento prosseguiu com debate envolvendo o próprio Schwanke, além do extensionista da Emater/RS-Ascar de Westfália, Marcelo Müller e o secretário de Agricultura do município, Victor Ahlert. Temas como a conjuntura do setor primário as necessidades do modelo produtivo de Westfália, foram discutidos com o público presente. A importância do crédito rural como ferramenta de extensão também foi abordada, sendo Westfália referência no tema, com mais de 2,5 mil projetos realizados pela Emater/RS-Ascar desde 2003, com aporte de R$ 60 milhões de lá para cá.

Não é por acaso que, historicamente, Westfália possui a maior parte de sua arrecadação vinda do setor primário, com cerca de 60% se seu Valor Adicionado Fiscal (VAF) saindo de matrizes produtivas como suinocultura, avicultura e bovinocultura de leite, entre outras. "Outro dado, fruto de levantamento feito recentemente, dá conta de que em torno de 65% das propriedades do município conta com jovens interessados em permanecer no meio rural", observa Müller. Como forma de atender os anseios do jovem que deseja permanecer no campo, foi entregue a Schwanke uma carta de reivindicações que deverá ser encaminhada ao Ministério.

Entre os jovens que desejam ficar no campo está Leocádio Laux, da localidade de Linha Schmidt Fundos. Após um período atuando como motorista na cidade, resolveu adquirir um pedaço de terra para investir, junto com a esposa Bárbara, na criação de suínos em creche. Apesar do investimento alto, o jovem diz que não se arrepende. "Aqui tenho qualidade de vida, renda e infraestrutura", salienta, ainda que não deixe de manifestar a preocupação sobre o futuro. "A gente percebe que o acesso ao crédito tem ficado mais difícil, com taxas de juros maiores e planos que não atendem as nossas necessidades de investimentos", pontua.

O evento, organizado pela Emater/RS-Ascar e Prefeitura de Westfália, contou ainda com relatos de experiências sobre produção de leite, de aves de corte e de manejo animal, apresentados por jovens rurais de Vespasiano Corrêa, Tupandi e Teutônia, respectivamente. O dia de atividades foi encerrado com debate sobre possíveis avanços e o que fazer para que a situação do jovem produtor melhore. "A intenção de um dia como este é o de refletir a respeito deste que é um dos principais pilares da ação de extensão rural", destacou o diretor técnico da Emater/RS-Ascar, Alencar Rugeri.

Em sua fala, Rugeri também reforçou a importância do trabalho em parceria com outras entidades, na busca pelo desenvolvimento do setor primário. "O simbolismo deste encontro está diretamente relacionado ao futuro que queremos", frisou. A atividade contou ainda com a presença de outras autoridades, como o prefeito de Westfália, Otávio Landmeier, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Liane Brackmann, os gerentes regional e adjunto da Emater/RS-Ascar Marcelo Brandoli e Carlos Lagemann e o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), Jonatan Brönstrup, além de secretários, vereadores e representantes de entidades ligadas ao setor.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional Lajeado
Jornalista Tiago Bald
(51) 99194-8872
www.emater.tche.br
www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRS
www.youtube.com/EmaterRS
Instagram: @ematerrsoficial
tv.emater.tche.br