Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
17/05/2018

Mais de 900 famílias são beneficiadas com sementes orgânicas de cebola no Sul do Estado

Durante a semana, produtores da agricultura familiar dos municípios de Mostardas, Rio Grande, São José do Norte e Tavares receberam sementes orgânicas de cebola, como benefício do Programa de Aquisição de Alimentos, desenvolvido na região através da parceria entre Emater/RS-Ascar, Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan) do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário (DFDA-RS) e Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), Conab e prefeituras. Ao todo, foram entregues 734 quilos de sementes a 904 famílias.

Na segunda-feira (14/05), Tavares e São José do Norte sediaram as cerimônias de entrega do benefício e contaram com a presença dos respectivos prefeitos, vereadores e equipes municipais da Emater/RS-Ascar, bem como do presidente da Emater/RS, Iberê de Mesquita Orsi, do gerente Regional de Pelotas, Luiz Maria Miranda Godói, e do assistente técnico Regional Evair Ehlert, do delegado federal da Sead no Rio Grande do Sul, Marcio de Andrade Madalena, do deputado federal Alceu Moreira, do deputado estadual Fábio Branco, do presidente do SubComitê da Cebola, Rui Lemos, e do engenheiro agrônomo da Conab, Orlando Ferreira Tejada.

No terceiro ano consecutivo na região Sul do Estado, a iniciativa é de suma relevância para o desenvolvimento da agricultura familiar, porque atende agricultores das duas pontas da cadeia produtiva, uma vez que as sementes distribuídas são adquiridas da BioNatur, cooperativa gaúcha de produtores ligados à reforma agrária, como explicou o presidente da Emater/RS em seu pronunciamento nas cerimônias de entrega. A novidade deste ano foi o aumento de mais de 50% do recurso destinado para a aquisição de sementes.

De acordo com o presidente do SubComitê da cebola, Rui Lemos, que representa os cebolicultores, as expectativas dos produtores são altas, porque as sementes recebidas no ano passado foram peças-chave para os resultados satisfatórios da safra 2017-2018. “Todos beneficiados do ano anterior estão aqui para receber novamente, então é sinal que funcionou. Em geral, foi um trabalho bom, que atingiu um bom número de produtores, e esse ano queremos aumentar, porque o recurso foi um pouco maior. A última safra foi boa, principalmente porque teve boa qualidade, em razão das sementes plantadas”, enfatizou Rui.

A intenção das autoridades envolvidas nas políticas públicas da cadeira produtiva na região e dos produtores é agora trabalhar no melhoramento da tecnologia a ser aplicada no manejo da cebolicultura, com ênfase no armazenamento do que é colhido.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional Pelotas
Estagiária Victória Salomão
imprensa@emater.tche.br
(53) 99963-2964

www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRs
www.youtube.com/EmaterRS
tv.emater.tche.br