Notícias

Detalhe Notícia

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
13/11/2017

Cadeia da suinocultura na agricultura familiar é discutida em Santo Cristo

Representantes da Cooperativa de Agricultores Familiares (Coopasc), pesquisadores da Embrapa Suínos e Aves, de Concórdia (SC), representantes do Escritório Regional e municipal da Emater/RS-Ascar, Unidade de Cooperativismo da Emater/RS-Ascar, da Prefeitura, Arede e Central de Cooperativas Unicooper reuniram-se, na terça-feira passada (07/11), em Santo Cristo, para discutir aspectos da cadeia da suinocultura desenvolvida pela agricultura familiar na região de Santa Rosa. A reunião culminou na visita, realizada, no dia seguinte (08/11), ao abatedouro de suínos da Coopasc, em funcionamento desde o início deste ano.

Dados apontam que foram realizados na região, 29.108 abates apenas em 2016, inseridos no Sistema de Inspeção Municipal (SIM), de 29 municípios. São animais que são produzidos por famílias que não são integradas, agroindústrias, e normalmente em pequena escala. Além disso, mais de 1 milhão e 600 mil foram abatidos de acordo com o Sistema de Inspeção Federal e 21.906 abates inseridos na Inspeção Estadual (Dipoa).

O assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar, Ivar Kreutz, que articulou o encontro, destaca que foi uma importante oportunidade de discutir a produção e comercialização de suínos em pequena escala, com retorno financeiro aos produtores e com produtos de qualidade a serem fornecidos aos consumidores.
Neste sentido, o abatedouro da cooperativa santo-cristense possui estrutura montada e já em funcionamento para receber semanalmente suínos de pequenos agricultores locais. A carne suína produzida no local é fornecida ao mercado próprio da Coopasc e a outros açougues e mercados do município.

No diálogo, que contou com o acompanhamento também do contador e do engenheiro agrônomo da Unidade de Cooperativismo da Emater/RS-Ascar, Roberto Ferreira e Carlos Olavo Neutzlig, ficou destacada também a necessidade de discussão e organização da proposta do tipo de suínos que serão produzidos e abatidos. Foi pactuado que todos os suínos que vão ser processados na agroindústria devem atender a condições adequadas com a legislação ambiental e sanitária, com princípios de higiene e limpeza com garantia de bioseguridade.

Questões pertinentes ao manejo correto e boas práticas de produção, podem ser incorporados progressivamente através da organização e gestão das propriedades, qualidade de carne com uso da ferramenta da genética, bem-estar animal, criação em família, produção sem uso de insumos transgênicos e uso de alguns insumos alternativos e, em último estágio chegar à produção orgânica, foram abordadas pelo pesquisador da Embrapa, Elsio A. P. de Figueiredo e pelo técnico em transferência de tecnologia Idacir Piccinin.
Estiveram também presentes o gerente regional da Emater/RS-Ascar Ademir Renato Nedel, o secretário municipal da Agricultura de Santo Cristo, Mauri Staudt, o médico veterinário responsável pelo SIM, Inácio Weber. O grupo foi recepcionado pelo presidente da Coopasc, Jorge Nonnemacher e pelo gerente Ademar Schmitt.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional Santa Rosa
Jornalista Deise A. Froelich
dfroelich@emater.tche.br
(55) 3512-6665
(55) 9 9979-8195

www.facebook.com/EmaterRS
https://twitter.com/EmaterRS
www.youtube.com/EmaterRS
tv.emater.tche.br