Emater de A a Z

Área Técnica

Programa de Qualificação Profissional de Agricultores

Separador vertical Imprimir esta página Separador vertical Diminuir letra Aumentar letra
Irrigação

O trabalho da extensão rural no RS é um processo de educação não formal, direcionado para os públicos que vivem e atuam em atividades agropecuárias. Os extensionistas rurais são profissionais das mais diferentes áreas, capacitados no uso de diversas metodologias, e atuam como agentes de desenvolvimento rural, levando às famílias rurais tecnologias mais produtivas, com menores custos e mais adequadas ambientalmente, que possibilitem a essas famílias continuar vivendo no meio rural, produzindo com rentabilidade e com maior qualidade de vida.

O Programa de Qualificação Profissional desenvolve-se em dois cenários:

  • Nas comunidades
  • Nos Centros de Formação

Nas comunidades são utilizadas metodologias de caráter mais abrangente, tais como demonstrações de métodos, Dias de Campo e encontros para divulgar ao público técnicas adequadas e mostrar bons resultados obtidos através do trabalho individualizado nas propriedades.

Para as ações de capacitação que requerem conhecimentos mais aprofundados em temas específicos, a extensão rural utiliza a capacitação profissional através de cursos em 8 Centros de Formação. Os cursos são coordenados por instrutores qualificados e tem carga horária amplificada e intensiva. O processo de aprendizagem consiste em referencial teórico e muita prática. As unidades didáticas (UD) permitem o exercício do conteúdo do curso e são locais que reproduzem a atividade que está sendo estudada. Por exemplo, além da sala de aula, um curso de gado de leite dispõe de uma área de pastagem, um plantel de animais, instalações e equipamentos para realizar a prática.

A prática é o principal processo de aprendizado nos Centros de Formação, em que se aplica a metodologia do “aprender a fazer fazendo”, exercitando junto com o grupo e com o apoio e monitoramento constante dos instrutores.

A continuidade de atendimento ao agricultor, quando do seu retorno do curso, é feito através da assistência técnica prestada pelo extensionista municipal, que poderá ajudá-lo na aplicação dos conhecimentos na sua propriedade e na evolução de suas atividades.

Desde o início das atividades de capacitação em Centros de Treinamento, em 1995, em torno de 35.000 pessoas já passaram pelos cursos oferecidos.

As informações sobre os centros, cursos e calendário disponível são atualizadas anualmente e estão disponíveis no site da Emater na Internet - link: Centros de Formação.

Responsáveis pelas Informações

Marli Bühler
Francisco Manteze